Sobre o NEPPOT

O fenômeno trabalho é polissêmico e complexo, podendo ser cercado tanto de designativos positivos – relacionados à identidade, dignidade, prazer – quanto a aspectos negativos – como sinônimo de tortura, sofrimento, violência. O conhecimento produzido em Psicologia das Organizações e do Trabalho (POT) e Administração inclui aporte de abordagens teóricas e de pesquisas que se preocupam com bem estar ou mal estar no trabalho.

O pressuposto do NEPPOT é a necessidade de um trabalho adaptado as características humanas, negligenciadas pelo atual sistema de organização social empresarial, daí incluir a construção de conhecimentos relativos a assédio moral no trabalho, estresse, dificuldades da socialização nos ambientes de trabalho e, da aprendizagem de menores que iniciam sua formação para o trabalho, claramente identificados com aspectos negativos do trabalho. Mas também serão desenvolvidas pesquisas pelo NEPPOT que contemplam os sentidos do trabalho, motivações, qualidade de vida no trabalho, para citar algumas.

OBJETIVOS DO NEPPOT:

Objetivos orientados à relevância científica
 Compreender as principais abordagens teóricas que fundamentam os processos psicossociais de indivíduos, grupos e organizações em contextos de trabalho;
 Identificar variáveis antecedentes, mediadoras e consequentes dos processos de interação entre o homem e o trabalho nas organizações. Exemplos dessas variáveis incluem: recompensas organizacionais, processos psicossociais (identidade, percepção, emoções, motivação, satisfação, felicidade, vínculos com a organização [comprometimento, engajamento], entre outros), variáveis organizacionais (tamanho, idade, setor de atividade, estrutura, cultura, etc.), carreira, intenção de permanecer na organização, intenção de deixar a organização, retenção de pessoas, inovação, desempenho, estresse, ansiedade, adoecimento, saúde normas legais e políticas públicas quanto suas consequências pertinentes aos temas abordados, entre outros;
 Compreender a relação entre políticas e práticas de gestão de pessoas e suas consequências a saúde e segurança psicológica em diferentes níveis de análise em organizações;
 Compreender as relações das interações interpessoais e organizacionais com conceitos correlatos, como, por exemplo, saúde e segurança do trabalhador, ergonomia da atividade, capacidades laborais, cultura, entre outros.

Objetivos orientados à relevância social:
 Garantir um espaço de interação, aprendizagem, compartilhamento do conhecimento e pesquisa conjunta entre mestrandos, doutorandos e graduandos;
 Alinhar projetos de pesquisa e extensão, assim como alinhar estes projetos com o conteúdo das disciplinas ministradas nos cursos de graduação e de pós-graduação;
 Contribuir para aumentar o número de pesquisas conduzidas e publicadas por pesquisadores da psicologia sobre processos de saúde e segurança no trabalho, bem-estar e gestão em organizações e trabalho;
 Aumentar o número de publicações dos pesquisadores e participantes do Laboratório em revistas de psicologia, de gestão e interdisciplinares que tratem das questões relativas às temáticas do laboratório;
 Realizar seminários periódicos referentes ao tema com integração com organizações parceiras da UFSC, notadamente Ministério Público do Trabalho, Ministério do Trabalho Emprego, Entidades representantes de trabalhadores e empregadores e outros órgãos públicos e conselhos de categorias vinculados ao tema;
 Promover a publicação de livros decorrentes de pesquisas e eventos científicos realizados.